31 de dezembro de 2014

Coreia do Sul descobre vírus em sistema de usina nuclear


Recentemente hackers divulgaram informações de uma usina nuclear sul-coreana. Graças a isso houve uma investigação interna para averiguar o assunto, que acabou encontrando uma surpresa desagradável: um vírus nos sistemas que controlam um dos reatores do país.

O ponto positivo é que, no entanto, não há evidências de que o malware tenha se espalhado pelo sistema, nem há indicação de que ele teria causado problemas se tivesse se replicado livremente.

Mesmo que neste caso o vírus seja inofensivo, é um alerta de que nem mesmo computadores desconectados da internet estão totalmente livres de ataques. Segundo comunicado assinado pelo ministro de energia do país, a praga muito provavelmente se instalou pela utilização de dispositivos USB não autorizados.

A utilização de pendrives e dispositivos USB desconhecidos se tornou ainda mais perigosa nos últimos tempos, graças a um novo modelo de ataque divulgado neste ano, chamado BadUSB. Este tipo de ataque não é perceptível pelos métodos convencionais, e nem mesmo a formatação do pendrive limpa o vírus, já que ele se instala diretamente no firmware do aparelho. 
Não há nenhuma prova até o momento de que o vírus tenha ligação ao vazamento de documentos, no entanto.
Fonte:OlharDigital

17 de dezembro de 2014

Quem recebe os direitos autorais do livro Mein kampf do Hitler?

O livro Mein Kampf, escrito por Adolf Hitler, é uma obra polêmica. Na Alemanha, os políticos trabalham para que a impressão do manifesto nazista permaneça proibida, mesmo depois do livro cair em domínio público.
A edição e venda deste livro são atividades proibidas em diversos países da Europa. Nas nações onde o livro é aceito, os direitos autorais já foram pagos ao governo dos Estados Unidos, à editora Houghton Mifflin, que comprou os direitos de tradução da obra, à agência literária Curtis Brown da Inglaterra e ao Conselho de Bem-Estar Alemão, órgão responsável por refugiados judeus nascidos na Alemanha.

Mais recentemente, os fundos das vendas do livro Mein Kampf também foram repassados à editora Random House. A versão em língua inglesa desta obra pode ser vendida em países como Romênia e Rússia.

Na Alemanha, há um debate sobre a permissão de publicação de Mein Kampf (Minha luta), o manifesto escrito pelo ditador nacional-socialista Adolf Hitler. Por enquanto, o impresso permanece proibido de ser vendido no país.

Em 2015, 70 anos após a morte do autor Adolf Hitler, acaba a proteção dos direitos autorais do livro em toda a Europa. Sendo assim, Mein Kampf entra em domínio público, e poderá, em princípio, ser reproduzido e distribuído por qualquer pessoa. Na internet, já é possível encontrar gratuitamente trechos do manifesto de Adolf Hitler.

Sony decide ceder aos hackers após ameaça terrorista

A Sony vai ceder às demandas do grupo que hackeou sua rede e permitirá que as redes de cinema decidam se querem, ou não, exibir o filme "A Entrevista", apontado como causa dos recentes ataques sofridos pela empresa.
Na terça-feira, 16, o grupo Guardians of Peace fez uma ameaça aos espectadores do título, citando inclusive o atentado de 11 de setembro de 2001. Até então, o problema da Sony se mantinha no campo virtual, mas a escalada da situação acendeu um farol vermelho.

Segundo o Wall Street Journal, ao menos uma cadeia de cinemas aceitou a oferta. A nove dias da estreia, a Carmike Cinemas, quarta maior rede dos Estados Unidos, teria decidido ignorar "A Entrevista".
Geralmente os estúdios de Hollywood e os exibidores negociam com meses de antecedência, mas os cinemas passaram a pressionar a Sony para que esta estreia seja cancelada por completo, porque, mesmo se não houver ataques terroristas, a simples ameaça pode afastar os clientes - um problema ainda maior para os cinemas que ficam dentro de shoppings.

A grande questão em torno do filme é que ele satiriza o ditador da Coreia do Norte, Kim Jong Un. Inicialmente se acreditava que o país asiático estivesse diretamente envolvido nos ataques, mas o próprio FBI descartou a suspeita.
Autoridades também tentam desacreditar as ameaças dessa terça-feira, mas os atores Seth Rogen e James Franco, protagonistas de "A Entrevista", cancelaram uma série de eventos de divulgação.
Fonte:OlharDigital

Sony cria dispositivo que transforma qualquer óculos em 'Google Glass'


A Sony anunciou o desenvolvimento de um módulo que transforma qualquer tipo de óculos em dispositivo inteligente.
Chamado de Single-Lens Display Module, o aparelho vem com uma tela HD de OLED com 0,23 polegada que exibe informações à direita da área de visão. Nas hastes está a placa de controle, equipada com processador, sensores e conectores Wi-Fi e Bluetooth - que são usados para ligar o módulo ao smartphone.

Reprodução
A empresa planeja liberar em breve um kit de desenvolvimento para que os interessados possam criar aplicações que rodem com ou sem ajuda de outros aparelhos.
A primeira apresentação pública da novidade ocorrerá na CES 2015, que será realizada no começo de janeiro, em Las Vegas. Lá ele será mostrado com o nome provisório de "SmartEyeglass Attach!".
Em 2015 a produção em massa será iniciada e a Sony espera vender o módulo a setores esportivos, do entretenimento, fabricantes de óculos, entre outros.
Fonte:OlharDigital

10 Mitos Sobre Cerveja

10-Mitos-Sobre-Cerveja
Cerveja normal ou light – As cervejas light têm em geral entre 90 a 100 calorias, contra as menos de 200 calorias das convencionais. Um amante de cerveja diz que a diferença é a mesma entre comparar um McDonalds com um Restaurante 5 estrelas. Os que buscam uma vida mais saudável e estão acostumados com dietéticos e light, dizem que a diferença é imperceptível. Portanto, a menos que você beba 300 cervejas por semana, opte por uma cerveja boa e convencional, nada de light.
Quanto mais escura é a cerveja, mais álcool contém – Nem sempre. A cerveja Guinness, por exemplo, é preta, e tem 4,2% de álcool. A cor da cerveja vem do malte torrado, o que não representa nada no teor alcoólico. Já os demais componentes são responsáveis pelo álcool, mas não influenciam na cor.
A cerveja fica com o gosto ruim se esquentar e gelar novamente – pode acontecer caso a cerveja passe pelo processo de gelar/descongelar por muitas vezes. Mas muitas pessoas acreditam que o gosto fica esquisito quando se gela uma cerveja que já foi gelada e voltou à temperatura normal. A cerveja pode estragar com o ar, a luz e o tempo. A temperatura não estragará sua cerveja a menos que seja extrema.
As cervejas dos EUA têm menos álcool que as demais – Algumas pessoas notam uma diferença no rótulo, sobre o teor alcoólico das cervejas comercializadas nos EUA. Os americanos usam a média de álcool por peso, enquanto os demais países adotam o padrão de álcool por volume. Uma vez que a cerveja pesa menos que a água, as cervejas americanas apresentam números menores, mas não menos álcool.
A cerveja Guinness servida na Irlanda é melhor - O processo de fabricação da cerveja é de baixo custo, então porque essas marcas arriscariam sua reputação ao fabricar cerveja diferente para exportação? Não faz muito sentido, e não é verdade. Com raras excessões, a cerveja exportada é exatamente igual à local. A única diferença é o frescor devido ao tempo gasto na exportação.
A cerveja não deveria ser amarga – O amargo da cerveja vem de um componente (presente em todas cervejas) responsável pelos maltes doces e que age como conservante. Algumas cervejas têm mais (como a India Pale Ales) e outras têm menos, caso da Wheat Beer.
As melhores cervejas estão nas garrafas verdes – as garrafas escuras (em geral marrons) protegem muito mais a cerveja da luz do que as claras (verdes ou transparentes). O mito surgiu depois da Segunda Guerra Mundial, quando os europeus consumiam cervejas importadas que eram produzidas e envasilhadas em garrafas verdes devido à escassez local.
As cervejas da Tailândia contêm formaldeído – Acredita-se que as cervejas fabricadas em Singha contêm na fórmula formaldeído. A explicação mais aceitável é que as cervejas fabricadas em Singha contêm muito mais álcool e são muito mais amargas. Quando soldados americanos ou ingleses bebiam na Tailândia, ficavam bêbados com maior facilidade e muito mais rápido do que costumavam, além de sentirem um amargo muito mais intenso. A explicação sugerida é que continha formaldeído em sua fórmula. Loucura.
A cerveja Corona é urina mexicana – Durante a década de ‘80, surgiu um rumor de que trabalhadores da fábrica de cerveja Corona (bem popular nos EUA) estavam urinando nos tanques das cervejas destinadas aos EUA. Certamente seria, no mínimo, desagradável, se fosse verdade. Mas como todo mito, isso causou transtornos para a fábrica – sua popularidade foi diminuindo entre os consumidores de cerveja americanos e quem se beneficiou com isso foi a Heineken. Peraí, e onde a Heineken entra na história? Ela foi a responsável por espalhar o rumor (aconteceu um caso similar a este aqui no Brasil, envolvendo a Coca-Cola e a Dolly). O responsável da Heineken admitiu a concorrência desleal e a Corona teve sua popularidade em alta novamente. Mas esse rumor é espalhado até hoje por todo o país!
Mulheres não gostam de cerveja – Quem será que inventou isso?! Algumas mulheres bebem muito mais do que homens. Há milhares de casos em que a mulher agüenta beber muito mais do que o homem.
Fonte:Curiosidades

A queda do preço do petróleo e a estratégia da Arábia Saudita

1413668338.jpgDecisões econômicas são feitas na margem.  Esta foi a fundamental constatação feita pela escola marginalista de economia.  Já por volta de 1875, esse enfoque já estava solidificado.  Essa é a visão da Escola Austríaca de Economia. No mundo atual, não ha commodity que seja mais fundamental do que o petróleo.  Não há como armazenar petróleo (exceto para os produtores, que podem deixá-lo no subsolo).  Não há como um país importador de petróleo construir tanques para armazenar um bilhão de barris de petróleo, que é o volume que o mundo consome a cada 11 dias.

Por que empresas estatais tendem à corrupção e à ineficiência

lula.jpgSuponha que você é um grande empreiteiro.  Sua maior fonte de lucro advém das obras que você faz para o governo.  São obras de grande porte e a fonte pagadora não utiliza o dinheiro próprio, mas sim o dinheiro que confiscou de terceiros via impostos.  Trata-se de um arranjo que já começa propenso ao descuido e ao desperdício por parte do contratante.  Você, como contratado, sabe disso e irá se esforçar para encarecer ao máximo o preço de seus serviços oferecidos ao governo.  Por que não?  Além de o governo não trabalhar com dinheiro próprio, ele também não opera dentro do mercado, o que significa que ele não tem de se preocupar com o sistema de lucros e prejuízos.  Tampouco ele é capaz de precificar corretamente o valor que deve pagar por suas obras.

9 de dezembro de 2014

Veja os vencedores do The Game Awards, principal premiação para games.

Aconteceu na última sexta-feira o TGA (The Game Awards), evento que substitui o tradicional VGA (Video Game Awards) como principal premiação para os melhores jogos do ano. O evento, transmitido amplamente pela internet, criou novas categorias e premiou alguns games surpreendentes.