24 de julho de 2014

O Mistério do lago Vostok

http://www.sitedecuriosidades.com/im/g/889E9.jpg
O Lago Vostok está sendo estudado com muita curiosidade por cientistas. Com 240 quilômetros de comprimento e 50 de largura, o Vostok é considerado um dos quinze maiores lagos do mundo. Ele está localizado sob o gelo na região da Antártida. Uma equipe da Universidade do Estado de Montana, nos Estados Unidos, está trabalhando para desvendar os mistérios do Lago Vostok. Segundo os pesquisadores, a região esconde diversas espécies de micróbios e bactérias desconhecidas. O Lago Vostok conta com um grande volume de água doce. Ele foi descoberto em 1995, a oeste do Pólo Sul. Curiosamente, o Vostok está sob 3720 metros de gelo, sendo considerado um ecossistema virgem e isolado há cerca de 30 milhões de anos. As espécies que habitam o Lago Vostok são consideradas hiper-retardadas, e se procriam apenas uma vez a cada século. Os cientistas acreditam que a vida no Vostok existe graças ao escasso calor que é emanado do centro da Terra. Ainda assim, a temperatura no lago é de aproximadamente zero grau Celsius. Imagens de radar mostraram que o lago está sempre trocando água com o gelo que fica acima dele, mas o processo é bastante lento. O Comitê Científico de Pesquisas da Antártida afirmou que o lago só será diretamente estudado depois que for encontrado um método limpo de remoção de amostras. O objetivo é conservar a pureza do ecossistema utilizando um minirrobô teleguiado e que tenha um sistema anti-séptico. 
Fonte:SitedeCuriosidades.

Cinco previsões para um Brasil sem publicidade infantil

childrentv_wide.jpgApesar de meus melhores esforços, nossos legisladores proibiram toda publicidade voltada às crianças. Mães e pais comemoraram a novidade. E agora que as propagandas infantis sumirão da TV e dos supermercados, o que podemos esperar desse admirável mundo novo? Seguem cinco humildes previsões deste pai que vos escreve.  
1. Marcas estabelecidas aumentam a vantagem sobre alternativas
A principal função da publicidade é fazer com que um produto seja conhecido e lembrado.
Mesmo esfregando-os na nossa cara todos os dias, as marcas têm muita dificuldade em conquistar nosso imaginário e nosso inconsciente. As estabelecidas, que já são reconhecidas, têm uma vantagem de largada contra marcas e produtos novos, ainda desconhecidos. Para esses, uma campanha intensa de marketing é um dos únicos meios de ser notado, de garantir um pequeno lugar ao sol em meio à selva densa.

17 de julho de 2014

Bill Gates perde posto de homem mais rico do mundo

Bill Gates, fundador e consultor tecnológico da Microsoft, não é mais o homem mais rico do mundo, segundo ranking da Forbes. Este posto agora volta a ser ocupado pelo mexicano Carlos Slim, graças a uma valorização forte nas ações da América Móvil, empresa de telecomunicações que tem a Claro como braço brasileiro, da qual é acionista majoritário.

Gates mantinha este posto desde maio de 2013. A perda da posição aconteceu depois que as ações da América Móvel subiram 1% na terça-feira, 15. Neste momento, Slim ganhou US$ 805,6 milhões, totalizando uma estimativa de US$ 79,6 bilhões, enquanto Gates tem “modestos “ US$ 79,1 bilhões.

As ações da empresa tem subido bastante recentemente, com planos anunciados na semana passada de se livrar de alguns bens para aceitar as demandas judiciárias das regulações antitruste relacionadas a telecomunicações no México. Assim, entre 1º e 11 de julho, a fortuna de Slim aumentou em US$ 5,1 bilhões.

Vale observar, no entanto, que esse é o ranking da Forbes, que usa critérios diferentes de mensuração da lista da Bloomberg, que ainda mostra Gates como o número 1. Por lá, Gates tem US$ 84,6 bilhões, enquanto Slim ainda tem US$ 78,7 bilhões. Como nenhum dos dois vai falar explicitamente quanto vale seu patrimônio, cada site utiliza critérios diferentes para avaliá-lo, obtendo resultados diferentes.
Fonte: Via Forbes

7 de julho de 2014

A hiperinflação mais negligenciada da história

Yugoslavia-–-500-billion-dinar-1994.jpgAo contrário do que afirma a maioria dos historiadores, a hiperinflação ocorrida na Alemanha no período 1922-23, na qual a taxa mensal de inflação de preços chegou a um pico de 29.500% no mês de outubro de 1923, não foi a mais alta da história.  A maior taxa de hiperinflação mensal da história foi registrada na Hungria, em julho de 1946, e foi 12 ordens de magnitude maior do que esta apresentada pela República de Weimar: 41.900.000.000.000.000% (quase 42 quatrilhões por cento).  Para se ter uma ideia mais exata, isso representa uma taxa de inflação diária de 207%, o que significa que os preços dobravam a cada 15 horas.
Como sempre ocorre com vários dados econômicos e financeiros, esse histórico húngaro simplesmente foi relegado àquilo que George Orwell chamou de "buraco da memória".